domingo, 17 de março de 2013

RODES (GRÉCIA) - DESIGNADA " ILHA SOL"


Rhodes - A maior ilha do Dodecaneso



Um mosaico da Antiga, Bizantina, Medieval e Otomana, a cidade medieval de Rodes foi declarada Património da Humanidade, monumento cultural Mundial pela UNESCO.

A ilha já era habitada no final do Período Neolítico. Em 408 a.c., as três principais cidades da ilha de rodes eram Ialyssos,Lindos e Kamiros. A independência da cidade foi conquistada em 164 a.c., após Rodes tornar-se uma província do Império Romano. Durante o período precoce cristão (330-650 d.c.), Rodes fez parte do Império Romano do Oriente, conhecido como o Império Bizantino. Em 1309, a ilha foi vendida para a Ordem Soberana Militar de Malta de Jerusalém, esta Ordem foi fundada com o objetivo de tratamento dos peregrinos e dos cruzados. Em 1522 os turcos Otomanos conquistaram a cidade. Novos prédios foram construídos: mesquitas, banhos públicos e casas para os novos conquistadores. Os gregos foram forçados a abandonar a cidade e áreas próximas e assim deslocaram-se para fora das muralhas. As tropas italianas ocuparam a ilha e o resto das ilhas que compreendem o Dodecaneso em 1912, neste período os italianos demoliram as casas que foram construídas ao longo do Império Otomano, reconstruído o palácio do Grão-Mestre.

Rodes a maior ilha do Dodecaneso, também conhecida como a lha Sol. Rodes tornou-se um centro importante regional graças ao seu clima e atrações naturais. Existem atualmente três cidades neste lugar – a moderna, a antiga e a medieval.

A moderna com estradas amplas e extensas, os seus hotéis e edifícios, lojas nas quais qualquer um de nós pode comprar o bem desejarem, a sua vida noturna abundante e frenética. A cidade antiga iniciada no Monte Smith, com as ruínas dos Templos de Zeus, Athena e Apollo, o Estádio, o Ginásio e Teatro, recentemente restaurado, estendendo-se tal como a conhecemos atualmente, à cidade medieval. A medieval, uma cidade fabulosa é rodeada por altas Muralhas Defensivas edificadas pelos Cavaleiros. Está ainda dividida por uma parede interior em duas partes iguais, o pequeno Collachio dividida pela rua dos Cavaleiros no final da rua erguendo-se o Palácio dos Grão-Mestres e o maior Burgo/Hora a sul do Collachio as suas paredes partes de humildes residências, o mercado, a Sinagoga e bairro Judeu, as igrejas Ortodoxas e Cristãs. 

Planta da cidade Medieval 
Acropolis (Old Stadium) - Templo de Apollo
Acropolis (Old Stadium) - Anfiteatro
Acropolis - Old Stadium
Toda a ilha está cheia de muitos lugares de interesse, como o Vale das Borboletas; a localidade Trianda próximo lugar antigo Ialyssos no cimo do Monte de Filerimos, local onde se encontra um Mosteiro do século XV, as ruínas dos templos de Athena e Zeus na antiga Acrópole; Kamiros, ruínas duma cidade Dórica; Kalithea zona termal. Acima de tudo a não perder a visita a Lindos, cercada por duas praias e a antiga Acropolis (com o templo de Atena do 4º século a.c.) torna um dos mais espetaculares postais da Grécia. Finalmente as esplendidas praias dispersas por toda a ilha, como Kolimbia, Faliraki e Anthony Quinn.

Faliraki Beach
Kolimbia Beach 
Lindos Beach
Igreja de Evangelismos (Anunciação) está localizada ao lado do porto de Mandraki. Igreja exemplo de arquitetura gótica é também dedicada a S. João.

Rhodes - Evaggelismos 
Palácio dos Grandes Mestres, uma fortaleza dentro duma fortaleza, foi sede dos 19 Grão-Mestres, o centro do Collachium, ou Bairro dos Cavaleiros. O edifício mais imponente do castelo é o Palácio do Grande Master, construído no local de uma fortaleza bizantina do século VII. Atualmente museu com coleções dos séculos XVI e XVII e dos mosaicos romanos da ilha de Kos.

Rhodes (Old Town) - Palácio dos Grão - Mestres
Rua dos Cavaleiros, um dos pontos mais famosos turisticamente da cidade velha, a rua medieval dos Cavaleiro está situada entre o porto e o Palácio dos Grandes Mestres. É rodeada pelas hospedarias das línguas ou nacionalidades da Ordem de S. João. Iniciadas no séc. XIV as estalagens foram utilizadas como pontos de reunião para os Cavaleiros. A jóia da rua é a considerada a albergaria francesa.

Rhodes (Old Town) - Rua dos Cavaleiros
Hospital dos Cavaleiros (Museu de Arqueologia) a sua entrada é pelo pátio central, ladeado por arcadas no seu centro um leão de mármore.

Rhodes (Old Town) - Antigo Hospital (Museu Arqueológico)
Bairro da Turquia o ambiente assemelha-se ao oriental onde inúmeras lojas criam um toque do velho bazar, cada praça com um chafariz. A maioria das igrejas que foram convertidas em mesquitas com os seus minaretes que sobressaem acima dos telhados.

Bairro Judeu

Rhodes (Old Town) - Basílica com única coluna original

Rhodes (Muralha defensiva) - Marine Gate
Mesquita de Suleiman devendo-se a sua construção para comemorar a vitória do Sultão sobre os Cavaleiros. Está fechada ao público.
Monte Filerimos a pouca distância de Rodes com vista para a cidade de Ialyssos e da baía de Ixia e Trianda. Do alto presencia-se uma soberba vista sobre o mar Egeu em direção à costa da Ásia Menor. Neste local para além do mosteiro de Filerimos está localizado um importante sítio arqueológico, aqui ficava a Acrópole da antiga cidade de Ialyssos com um importante templo dedicado a Athena Polias.


Kamiros localizada na costa sudoeste de Rodes e a cerca de 50 km da cidade de Rodes, somos chegados a Kamiros no monte Akramytis sendo uma das três cidades mencionadas por Homer juntamente com as cidades de Lindos e Ialyssos.

A oeste de Kamiros em Kalavarda foi aqui escavada uma necrópole micénica. Sabe-se que o terramoto de 226 a.c., destruiu a cidade clássica e, provavelmente, o templo de Atena. Um outro terramoto em 142 a.c. destruiu a cidade pela segunda vez. A cidade helénica foi construída em tês níveis, com os seguintes monumentos:


Kamiros Ancient
·  Acrópole e Templo dórico de Atena remonta ao séc. 60-50 a.c., substituiu o anterior templo clássico que foi destruído pelo terramoto de 226 a.c., apenas a sua fundação têm sobrevivido. Reservatório, com capacidade 600 m3 de água com reserva suficiente para 300-400 famílias.

Kamiros Ancient - Reservatório de Água e Fontenários 
·       Helenístico Stoa do séc. 30-20 a.c., consistindo em duas fileiras de colunas e lojas ou pousadas na parte traseira para os adoradores. Existia um sistema de fornecimento de água canalizada com poços (visíveis) e tanques subterrâneos.

·  Quatro lados do altar helenístico (frente ao Pórtico dórico), liquidação dos períodos Romano e Helenístico. Construído de acordo com um planeamento urbano baseado num sistema de rede, ruas paralelas e blocos residenciais do mesmo tamanho. A caraterística das casas é o pátio interior com colunas com um lado geralmente maior do que os outros, pisos de mosaicos e de decoração pintada em gesso. Entre os blocos estão os restos de banhos públicos com câmaras quentes e frias e hypocautus (sistema de canalização de aquecimento aos quartos).

·       Templo Helénico, localizado no terceiro nível, provavelmente, dedicado a Pythian Apollo.
·        Fonte interna

·        Ágora

Kamiros Ancient - Ágora 
·      Períbolos dos altares a diferentes divindades (Agathos, Ártemis, Zeus, Poseidon).


Kamiros Ancient - Altares a diversas divindades
·   Um estrado semicircular na frente dos períbolos dos altares e uma escadaria monumental entre Ágora e os períbolos dos altares para o centro residencial.


Kamiros Ancient - Escadaria Original Helénica (3.000 degraus) 
Localizada na costa sudeste de Rodes e a cerca de 55 km da cidade de Rodes encontra-se a pitoresca povoação de Lindos. É no topo a 160 metros de altitude que atrai mais visitantes é a Acrópole de Lindos. Construída sobre a rocha da vila, acessível apenas a pé ou de burro. Seu templo dórico de Athena, Stoa e a Igreja Bizantina a S. João está localizado dentro de um castelo medieval, uma mistura de variadas e diferentes culturas. A sua construção é datada em 1100 a.c..
Lindos 
Lindos - Enseada
Lindos - Pequena enseada e igreja de S. Paulo  
Lindos - Muralha Helénica (única do castelo) 
Lindos - Castelo dos Templários
Lindos - Templo de Apollo (colunas recuperadas) e  Parede Original
Informações úteis:
  
Moeda: Euro.
Línguas: Grega e Inglês.
Aeroportos Internacionais: Diágoras
Alojamento escolhido: Mitsis La Vita Hotel
Transportes Coletivos: rede Este (para Kamiros, Ialyssos) e rede Oeste (para Lindos, Kalitheia, Faliraki, Praias e Hoteis).
Gastronomia: variada e diversificada, a não perder, a grega. Todas as ementas em diversas línguas.
Postos Turismo: recolha de informações necessárias às visitas, horários e transportes públicos.